domingo, 3 de junho de 2012

Gira criança ou senhora vida, folhas d’estação...

Gira e gira sim vida, neste compasso de hoje e sempre inspira,
Gira e gira sim poesia do dia, e respira. . .

E vai girando na primavera ou n’outono e o mundo con
tornando,
E vai girando nesses sonhos acordando. . .

O jardim está em fases, seus segredos lá estão,
De fato sim muitas memórias vejo então,

Restam no cadenciar das folhas ou num virente
Clima das constantes estações viventes

Tão verdes e quentes como das frias e mornas.
Vejo que vai um rio, sussurrante entorna

Suas águas sempre passantes das sem demora,
Vai o misterioso canto do pássaro de ora

Fora ora lá adentro da floresta,  ah vai-se embora. . .
Ora volta e tudo gira outrora, e seja agora. . .

Luiz Rosa Jr.