quinta-feira, 3 de maio de 2012

Uma partida, versos e notas rápidas

Se dos amores mais próximos temos as dores,
Dos amores mais distantes as dores são piores.
Quando estão perto temos nossos escondidos tremores

E quando longe logo acordamos para temores
Dos quais antes nem sentíamos e pensávamos,
Só quando se vão percebemos hora, quanto amávamos.

Complicado esses sentires inconstantes de nós humanos,
Sentir é inevitável, seja a alegria ou dolência do coração,

Mas alguém que parte nos parte em pedaços e aos tantos
Que é difícil se recompor enquanto um sofrer é a reação,

Temos a impressão de pouco nos resta, o chão, a solução,
A solidão nos sorri amiga faceira e nossas veias pulsam.

Luiz Rosa Jr.